Nova tabela salarial de docentes da Uema é aprovada em Assembleia Geral da Apruema

Agora vai. Pelo menos é o que espera a paciente classe docente da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) que, aliás, desde o ano passado negocia, pelo menos, uma reposição salarial com o Governo do Estado e nunca é atendida em suas reivindicações, enquanto outras categorias de servidores públicos já conseguiram reajuste salarial em 2015. Na verdade, os docentes da Uema foram os únicos que não receberam nada até agora.

Mas nem tudo está perdido. No fim do túnel existe ainda um pouco de luz e uma saída para resolver, em parte, o pleito dos docentes da Universidade Estadual do Maranhão, que, hoje, são apenas 900, e dependendo da carga horária (20 horas), percebem menos que um professor do Ensino Médio, sem querer desmerecer essa categoria de docentes da rede pública estadual.

A título de informação, na Assembleia Geral Extraordinária (AGE) realizada pela direção da Apruema, no dia 09 de agosto deste ano, no auditório do CCSA, foi rejeitada, pela maioria do conjunto de docentes sócios presentes (60 a 45) nessa AGE, uma proposta salarial do Governo do Estado, encaminhada à direção da Associação pela direção superior da Uema, para ser paga agora em agosto por meio de gratificação técnica, mas que excluía a categoria de aposentados.

Na avaliação da maioria dos docentes presentes, a proposta foi considerada injusta e discriminatória, como já dissemos, por não incluir no bojo a classe de aposentados. Assim, nessa mesma AGE, foi eleita uma Comissão Permanente composta pelos professores Salgado e Silvana (Apruema), Coelho e Gusmão (Plenária) e Saturnino (Aposentado), sob a presidência do dirigente maior da Associação, professor Ubiraci Nascimento.

Essa Comissão elaborou, de forma consensual, uma nova tabela salarial (em anexo abaixo), agora incluindo o conjunto de aposentados, que foi prontamente aprovada pela maioria dos docentes sócios presentes na AGE do último dia 12 de agosto, no mesmo auditório do CCSA. A tabela deverá ser entregue, no próximo dia 15 de agosto, pela direção da Apruema, ao secretário de Estado da Casa Civil, deputado estadual Marcelo Tavares, por meio do também deputado estadual Eduardo Braide (PMN), que esteve presente na Assembleia Geral da Apruema.

Na ocasião, o deputado Eduardo Braide, na sua fala, entre outros compromissos firmados, disse: “Dentro do prazo de uma semana esse projeto que beneficia os docentes da Uema será encaminhado para sanção do Governo do Estado. Eu garanto isso pra vocês”. Em outro momento, declarou: “Nós vamos trabalhar em duas frentes. A primeira é auxiliar e acompanhar a direção da Apruema nas reuniões e contatos, o que já está acontecendo, com o Governo do Estado, por meio da Casa Civil. A outra frente é um compromisso pessoal que quero firmar com a Apruema. Fiquem certos disso, em nome do presidente da Assembleia Legislativa, tão logo chegue o projeto de lei à nossa casa (Assembleia), ele será votado no menor espaço de tempo possível, até porque o projeto passa por mim que sou membro da Comissão de Constituição e Justiça, e lá nós aprovaremos sem nenhum problema”. Ao finalizar sua fala, garantiu: “mais uma vez repito que a Assembleia Legislativa do Maranhão está do lado dos docentes da Universidade Estadual do Maranhão”.

Tabela Salarial –Proposta de Reajuste Salarial – 2016

Compartilhar.