Zeca Pinto alcança a histórica marca de 1.000 gols no estádio Apruemão

Desde que foi inaugurado em 27 de março de 2009, na gestão do presidente Iran dos Passos, hoje vice-presidente da Apruema, o estádio Apruemão é palco de muitas alegrias esportivas, especialmente quando o assunto é o futebol society. Nessa bela praça esportiva da Associação, construída exclusivamente com recursos fi nanceiros do seu corpo de associados, a partir de janeiro de 2010, foi criado o prêmio “Artilheiros do Apruemão”.
À época, uma iniciativa brilhante da direção da Apruema, por meio da Diretoria de Esporte e Lazer, que tinha e tem por objetivo incentivar e, ao mesmo tempo, motivar os atletas participantes para a prática de um futebol pra frente, ofensivo, enfi m, de um futebol-arte e bonito de se ver. Mas com um detalhe: que resultasse em gols, muitos gols. O recado foi dado e os artilheiros seguiram à risca a determinação da Diretoria de Esporte e Lazer.
Para se ter ideia do sucesso desse projeto esportivo da Apruema, basta dizer que ao longo desses 05 anos (Janeiro/2010 a Setembro/2015) já foram marcados nada menos que 7.161 gols no estádio Apruemão.
Um número recorde de gols. É bom que se diga também, que o prêmio “Artilheiros do Apruemão” foi criado em 2010, e a contagem dos gols é feita três vezes por semana (segunda, quarta e sexta) pelo treinador Breno
Rosa, ex-lateral do Moto Club e hoje funcionário da Apruema. E mais: além da computação em planilhas da Diretoria de Esporte e Lazer, os gols são registrados também em todas as edições do Informativo Magister,
o que assegura a lisura, transparência e credibilidade desse prêmio. Sem querer fazer comparações e guardada as devidas proporções com o futebol profi ssional, em que somente dois jogadores (brasileiros) chegaram a essa histórica marca de 1.000 gols, que foram Pelé e Romário, o futebol society da Apruema também entrou defi nitivamente para a calçada da fama. Precisamente no dia 31 de julho deste ano de 2015, o servidor e assessor de Imprensa da Apruema, jornalista Zeca Pinto, chegou também a essa histórica marca: 1.000 gols, num período de
aproximadamente 05 (cinco) anos (Janeiro/2010 a Julho/2015). Um feito inédito que, apesar de ter ocorrido no futebol amador (campo society) e sem as mesmas regras do futebol profi ssional, fi cará marcado para sempre
na história futebolística do Apruemão. Para fi car também na história, poderia ter sido em outro goleiro, mas, por ironia do destino, o milésimo gol de Zeca Pinto, 57 anos, foi marcado no arqueiro Diego Ricardo, dedicado
aluno do curso de Matemática da Uema, e um dos goleiros convidados que participam efetivamente dos peladões no Apruemão.

Compartilhar.